Horizonte 2020 – o maior programa mundial de financiamento de ciência e inovação

O Parlamento Europeu, em sessão plenária em Estrasburgo a 21 de novembro, aprovou os orçamentos para o período 2014-2020, designado por Quadro Financeiro Plurianual (com um total de 960 mil milhões de euros), assim como os diversos regulamentos dos respetivos fundos e programas. Ficou, assim, aprovado o novo Programa-Quadro de Financiamento para a Investigação e Inovação – Horizonte 2020 – que se inicia em janeiro de 2014. Os primeiros concursos para financiamento de projetos estão previstos já para 11 de dezembro de 2013.
O nome do novo programa de financiamento da UE para a Investigação e Inovação – Horizonte 2020 – reflete a ambição de gerar ideias, crescimento e emprego para o futuro. O Programa-Quadro Horizonte 2020 é o maior programa de financiamento de ciência e inovação a nível mundial e o terceiro maior programa da União Europeia.

A relevância da investigação científica e tecnológica é hoje cada vez mais considerada como fator indispensável para garantir maior competitividade das empresas e gerar crescimento económico, como foi reconhecido por todos os Estados-Membros na Estratégia Europa 2020 ao adotarem o objetivo de afetar 3% do PIB ao investimento em investigação e desenvolvimento.
Até agora o 7º Programa-Quadro para a Investigação e Desenvolvimento Tecnológico 2009-2013, com um orçamento de 53.3 mil milhões de euros, foi o principal instrumento da UE para financiar projetos de desenvolvimento e inovação para apoiar a competitividade da economia europeia e ampliar as fronteiras do conhecimento humano. O 7ºPQ apoiou a investigação em áreas temáticas prioritárias (tais como a Energia, TIC, Nanotecnologia, Saúde, Agricultura, Tecnologias de Produção, Investigação para benefício das PME, Regiões do Conhecimento). No atual 7ºPQ a Universidade do Minho teve um excelente desempenho, registando-se já 75 projetos de I&D aprovados com financiamento, correspondendo a cerca de 21 milhões de euros para a UMinho (o apoio financeiro é sempre concedido na base de concursos altamente competitivos e mediante um processo independente de avaliação).

O Horizonte 2020 reúne todo o atual financiamento da União no domínio da Investigação e Inovação, incluindo o PQ de Investigação, as atividades ligadas à inovação do PQ para a Competitividade e a Inovação e o Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia. Terá um orçamento para 7 anos de 79,4 mil milhões de euros. O Horizonte 2020 concentrará os recursos em três prioridades distintas que se reforçam mutuamente. Estas prioridades, correspondem às da Estratégia Europa 2020 e da União da Inovação, e são Excelência Científica, Liderança Industrial e Desafios Societais. Os orçamentos destinados a cada um destes três pilares são aproximadamente 24, 17 e 30 mil milhões de euros, respetivamente.

continuar a ler em: http://www.correiodominho.com/cronicas.php?id=5507

Advertisements

~ by vascoteixeira on December 31, 2013.

 
%d bloggers like this: